Se eu desejar usar o cabelo curto após o transplante capilar, a cicatriz vai aparecer?

A cicatriz que fica após a cirurgia de Transplante Capilar é pouco visível e fácil de cobrir, porém, quanto menor for o cabelo próximo da área doadora, mais visível fica a cicatriz. Desta forma, ao raspar totalmente a cabeça, a cicatriz ficará visível, mesmo que não chame muito a atenção.

A cicatriz também depende da forma que cada paciente vai se comportar em relação aos cuidados após a cirurgia e como o organismo do mesmo vai se comportar na cicatrização – o que não é possível prever. Em alguns pacientes, a marca da cirurgia pode ficar quase imperceptível, mas em alguns casos, nos cortes de máquina 2 e 3 a cicatriz pode ficar visível.

Como esconder a Cicatriz do transplante capilar?

A técnica FUE (Folicular Unit Extractor) é um processo no qual a retirada dos folículos da região doadora é realizado por um minúsculo instrumento de 0,7m a 1,2m sem deixar uma cicatriz linear como no método tradicional (retirada de um fuso), mas sim, minúsculas cicatrizes circulares de onde foram tirados os fios. Esse procedimento beneficiaria principalmente aqueles que têm intenção de usar cabelos raspados bem curto, pois em vez de ter uma cicatriz terá varias micro cicatrizes nos folículos doadores

A Tecnica FUE tem desvantagens como menor aproveitamento dos fios que serão utilizados para o implante, cerca de 10% são perdidos, menor percentual de cabelos que irão permanecer após o implante e alguns fios ficam mais frágeis.

Em ambos os métodos existem vantagens e desvantagens, é por isso que a escolha da técnica que será utilizada acontece depois de uma avaliação minuciosa e de acordo com as características de cada paciente.

Não existe uma técnica melhor do que a outra o importante é avaliar o caso clinico e identificar qual a melhor para cada um.

 

 

Os comentários estão encerrados.

Transplante Capilar em Curitiba atendimento via Whatsapp
Telefone Implante Capilar em Curitiba