A Importância de Preservar a Área Doadora para o Transplante Capilar | Clínica Dr. Leandro Mauro

A Importância de Preservar a Área Doadora para o Transplante Capilar

A calvície é um problema que afeta a vida social e emocional de muitos homens. Estudos revelam que 75% dos homens com alopecia androgenética relataram sintomas de depressão e ansiedade e depois de tratamentos adequados, esses índices foram reduzidos.

Como a ALOPÉCIA ANDROGENÉTICA (calvície) ocorre na maior parte das vezes de forma lenta e progressiva, muitos pacientes não se dão conta de que os cabelos estão caindo, e quando percebem uma grande quantidade de fios se foram.

O que ocorre é o afinamento progressivo dos fios de cabelos, até o ponto que os fios nascem tão fracos e finos que não conseguem extravasar para fora do couro cabeludo, formando as áreas calvas.

O grande problema para muitos pacientes é que ao permitir a evolução da calvície sem realizar nenhum tratamento clínico, as chances de um tratamento de transplante capilar podem ser reduzidas.

O TRANSPLANTE CAPILAR precisa de uma área doadora em boas condições para que a calvície seja corrigida. A quantidade de folículos necessários para cobrir a região calva pode variar de 2 mil até 5 mil fios de unidades foliculares, se não houver uma região doadora com folículos suficientes, a cirurgia pode não ser indicada.

Por isso é importante se submeter a tratamentos clínicos assim que perceber o avanço da calvície, realizando uma consulta com um médico e seguindo as orientações corretamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Transplante Capilar em Curitiba atendimento via Whatsapp
Telefone Implante Capilar em Curitiba